Francês: o idioma é um grande diferencial e tem se destacado quando o assunto é negócio

A língua francesa é falada em 56 países; na Guiana Francesa na América do Sul e na província canadense Quebec, o francês é a língua oficial.



Falado em 56 países, o Francês é o segundo idioma mais procurado na rede Wizard. A busca pela língua tem crescido bastante e a procura não está relacionada apenas com foco no mundo corporativo, mas também no âmbito cultural e com propósitos acadêmicos (intercâmbios em universidades francesas).

De acordo com Débora Gardelli, coordenadora pedagógica da Wizard unidade Vila Carrão, para conseguir se destacar, é preciso ir além do requisito padrão quando se trata de comunicação e idiomas - o inglês. Hoje o francês representa um diferencial, um destaque. “Quem fala francês amplia o número de oportunidades em vários aspectos, ainda mais porque o idioma tem se destacado quando o assunto é negócios”, reforça.

Além de o Francês ser um grande diferencial , a língua não é falada apenas em alguns países europeus, como a Suíça ou a Bélgica, mas também em suas ex-colônias africanas (como o Senegal, Costa do Marfim, Argélia e Marrocos) e no continente americano. Na Guiana Francesa (América do Sul) e na província canadense Quebec, o francês é a língua oficial e falada.

Débora enfatiza que o curso da Wizard tem duração de três anos, mas se o aluno se dedicar aos estudos, após um ano de curso ele já consegue se comunicar em situações cotidianas, viajar e até trabalhar em um ambiente onde se fala o idioma. A coordenadora pedagógica reforça ainda que a metodologia Wizard, o material didático e as técnicas de correção fazem com que o aprendizado seja natural, sem criar bloqueios por meio da imposição de regras gramaticais. “O aluno Wizard aprende a falar, falando. O uso correto das estruturas acontece através da prática, o que possibilita adquirir fluência desde as primeiras lições”, esclarece, Débora.

Para quem quer aprender a língua francesa, a coordenadora pedagógica da Wizard unidade Vila Carrão explica que é fundamental ter contato frequente com o idioma de diferentes maneiras: filmes, músicas, vídeos, bate-papo com nativos, leitura de artigos ou livros, etc e claro, muita prática e dedicação.