O poder da música no aprendizado do inglês

Além de serem divertidas e prazerosas, as canções promovem a prática do vocabulário ativo e ajudam na memorização de palavras e frases.



A música está presente em todo lugar e se tornou grande aliada inclusive no aprendizado em inglês, já que é uma ferramenta que trabalha a linguagem e a comunicação de uma maneira prazerosa. Promove também a prática do vocabulário ativo - aquele que é adquirido através da fala – facilitando a memorização das palavras.

De acordo com Débora Gardelli, instrutora de idiomas e coordenadora pedagógica da unidade Wizard Vila Carrão, há estudos que comprovam que o cérebro tem mais facilidade em armazenar informações quando adquiridas seguindo um determinado ritmo, compasso e velocidade. Inclusive na matemática. “Toda e qualquer atividade que envolva a realidade do aluno e que o aproxime de suas necessidades despertam mais o seu interesse, e a música está sempre presente na lista de importância de qualquer pessoa”, explica.

Aprender inglês com a música é interessante, eficiente e funcional, principalmente como complemento às aulas, onde os professores as usam como forma de estimular ainda mais o aluno. “Aqui em nossa unidade trabalhamos com a modalidade "WAY", na qual os alunos têm um papel mais ativo e são expostos a uma aprendizagem mista, onde utilizamos a tecnologia como ferramenta.”, ressalta a coordenadora.

“Além de praticarem suas lições nos "tablets", eles interagem com os colegas em atividades específicas no "Warm up", fazendo um “aquecimento” – tradução do termo – antes das aulas começarem, em algumas dessas atividades os professores utilizam trechos de músicas para a compreensão, fixação e uso de determinadas expressões.”, conta Débora. A coordenadora enfatiza ainda que nas lições pares dos livros da Wizard há uma canção criada pelo autor do material e desenvolvida especialmente para facilitar a memorização e a contextualização da estrutura aprendida na lição anterior, o que facilita muito o aprendizado. “Já não é novidade para nós profissionais da educação, a eficiência da música nesse processo.”, finaliza.